Alimente os Peixes!!!!

02 fevereiro 2005

Odoyá, Mãe de Todos Nós

Iemanjá
Dona dos mares, do pensamento. Protetora dos pescadores e marinheiros. Seus filhos são fortes, rigorosos, mediúnicos e portadores de sensibilidade e intuição aguçados.

Dia da semana: sexta-feira
Cor: azul claro
Número de axés: 08 - 16- 32- 64- etc...
Comida: canjica branca com merengues e arroz de leite
Bicho de estimação: marisco
Guia: contas azuis claro
Parte do corpo que Iemanjá rege: cabeça
Ferramentas: âncora, lua, concha e leme.
Ave: galinha branca, casal galinha d'angola branca ou casal de patos branco ( vale meio quatro pé).
Pombo: pombos brancos
Quatro - pé: ovelha
Peixe: jundiá.
Lugar de oferendas: praia (de preferência água salgada)
Frutas: melancia e cocoSaudação: omio - odo xerere, Odoyá
Apelido: remosaFlor: hortênsia, palma azul, rosas azuis.
Dia do ano: 02 de fevereiro
Função: união e abafamento
Sobrenomes de Orixás: Boci, Bomi, Omi-Mare, Dilá, Omioé, Olobami, Bociaria, Bemi, Oni Docô, Olomi, Olobomi, Iarequê, Anaréu, Omiremí, Nana, Ogueremí, Iemí, Omí-Ossí, Tola, Ossí, Características: rainha do mar, teve só um filho (Odé) com Oxalá.
Doce: merengue, doce de coco.Ervas: manjericão roxo, arnica, onda do mar e alfazema.
Santo que a representa: Nossa Senhora dos Navegantes
Divindade das águas salgadas, dos mares e oceanos, Orixá que gera o movimento das águas, Deusa da pérola. Protetora dos pescadores e marinheiros. Senhora dos lares, que traz paz e harmonia para toda a família. Dona do pensamento, por isso é a ela que recorremos para solucionar problemas de depressão e de instabilidade emocional.
Características Positivas: Seus filhos são dotados de franqueza, alegria, desconfiança, sabedoria e competência. Decididos, honestos e corretos. Inteligentes, criativos. São pessoas que gostam do trabalho e dedicam-se inteiramente à família.
Características Negativas: demasiadamente exigentes, quando com raiva, destroem uma pessoa com um simples olhar. Quando ofendidas perdoam, mas jamais esquecem. Cruéis e egoístas, são do tipo donos da verdade. Dramáticos e fatalistas, se irritam facilmente.
Lendas:Iemanjá seria filha de Olòókun, deus (em Benin) ou deusa ( em Ifé) do mar. Numa história de Ifá, ela aparece "casada pela primeira vez com Orunmilá, senhor das adivinhações, depois com Olofin, rei de Ifé, com o qual teve dez filhos, cujos nomes enigmáticos parecem corresponder a tantos outros orixás. Dois deles são facilmente identificados: Òsùmàrè-ègò-béjirìn-fonná-diwó ('O arco-íris-que-se-desloca-com-a-chuva-e-guarda-o-fogo-nos-seus-punhos) e Arìrà-gàgàgà-tí-í-béjirín-túmò-eji ("O trovão-que-se-desloca-com-a-chuva-e-revela-seus-secredos") . Essas denominações representam, respectivamente, Oxumaré e Xangô.
Iemanjá, cansada de sua permanência em Ifé, foge mais tarde em direção ao Oeste. Outrora, Olóòkun lhe havia dado, por medida de precaução uma garrafa contendo um preparado, pois "não se sabe jamais o que pode acontecer amanhã", com a recomendação de quebrá-la no chão em caso de extremo perigo. E, assim, Iemanjá foi instalar-se no "Entardecer da Terra", o Oeste. Olofin-Odùduà, rei de Ifé, lançou seu exército à procura da sua mulher. Cercada, Iemanjá, em vez de se deixar prender e ser conduzida da volta a Ifé, quebrou a garrafa, segundo as instruções recebidas. Um rio criou-se na mesma hora, levando-a para Òkun lugar de residência de Olóòkun.

SARAVÁ!!!

3 comentários:

Anônimo disse...

SALVE SALVE minha Rainha do Mar !!!
Iemanjá seleodô babaoromiô !
Iemanjá eleissaéo babaoromiô !
Odó Iyá !

Kisses da Bruxinha pra Gigika e pra Mãe Rainha !
Odó Iyá !

Anônimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

Anônimo disse...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»