Alimente os Peixes!!!!

24 junho 2005

Descobertas da Maturidade

Vinicius de Moraes é Marcus Vinicius de Melo Moraes.
Poeta Modernista, podendo (e devendo) ser enquadrado na famigerada Geração de 45.
Nasceu em 1913, logo era mais velho que a minha vó. Literalmente falando.
Eu me lembro exatamente do dia em que ele morreu. A sensação de perda. A dor da ausência.
Achei que ele era meu contemporâneo, meu amigo. Alguém da minha geração.
Karaiu.
Tem alguma estranha sensação dentro de mim: minha alma é velha ou os poetas são atemporais?

5 comentários:

Derevian disse...

Fernando Pessoa nasceu em 1888...

Beijos de Dragão,

Derevian Cheshire Dragon

Tatá XP° disse...

atemporal é a poesia, a delicadeza miúda e nem sempre sutil de palavras harmoniosamente e muitas vezes desconcertantemente (existe essa palavra? se não, inventei, pronto!!) bem colocadas.
atemporal é o ar, que carrega as palavras, ao vento, sem dono ou destino.
atemporal é a alma da poesia: livre, pura, inocente, penetrante.
Os poetas são meras ferramentas que dão forma à esses anjos indelicados que pairam por aí, esperando serem ouvidos.
a poesia é que se faz atemporal, o poeta é consequência.

XP°

Anônimo disse...

Adoro ler essas coisa....é....eu adoro mesmo !

Bruxa Ruiva (+ ruiva) cada vez mais rara na net ....hohohou

(KKK...pra nunca esquecer de rir...né !)

Anônimo disse...

Hallo I absolutely adore your site. You have beautiful graphics I have ever seen.
»

Anônimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»