Alimente os Peixes!!!!

07 agosto 2007

Aleitamento Materno. Sobre Empréstimos.

Quem me deu o toque da blogagem coletiva foi minha mãe, que é leitora assídua do Síndrome de Estocolmo, e em quem eu mamei despudoradamente até os dois anos de idade.
Ouvi dizer que mamei até em outras mães.
Minha mãe emprestou-me seus seios até quando estava grávida e, assim sendo, minha irmãzinha acabou me fazendo um empréstimo também. Pois é. Goya me emprestou parte do seu alimento pra assegurar que minha gulodice fosse saciada.
E me emprestou mais do que isso. Emprestou-me seu único filho pra eu brincar de ser mãe também. E como ela não está mais aqui, eu agora estou brincando de ser avó, desde 16 de janeiro, quando Henrique, a delícia à esquerda na foto, veio mamar neste mundo.
E la famiglia é coisa certa, certo?
É só ver a foto: à direita está João Pedro, o sobrinho, se fartando de mamar no seio da Carol.
Olha o empréstimo de leite na nova geração!
Isso não é lindo?
Eu fico completamente emocionada.
Sinto-me preenchida de vida, como se fosse eu que pudesse proporcionar essa experiência para alguém.
Nessa vida eu fui escolhida para ser filha. Não sei se boa filha, mas definitivamente passei longe de ser uma filha apática. Ou morna....rs. Ivete que o diga.
Tentei todas as opções físicas e metafísicas para ser mãe também.
Mas minha natureza é rebelde. E, até o presente momento, o universo ainda diz não.
O que não implica dizer que eu não lute pelos legítimos direitos de uma mãe. E de seus filhos.
O aleitamento é um direito de mãe e filho. Deve ser protegido. Tem que ser estimulado.
Talvez minha contribuição não tenha a mesma emoção daquelas mães, que puderam sentir a força da vida jorrar de si para seus bebês. Mas eu asseguro: até minha inveja é maternal.

4 comentários:

Anônimo disse...

Me emocionei ás lágrimas, obrigada minha filha, ficou muito lindo e principalmente verdadeiro, não sei se a melhor mãe, que poderia ter sido, mas sou com certeza, muito orgulhosa de ser sua mãe. Você é o prêmio, você é meu Oscar!!!! Beijos.

luma disse...

Você e sua família estão de parabéns!! Beijus

Senhora Loirinha Má disse...

EEEEEEEEEEEEE mãe. Eu não ia chorar, mas chorei né? Te loviu pra chuchu.

Samantha Shiraishi disse...

Seu texto, bem humorado e bem costurado, me emocionou! Que família maravilhosa!

P.S. Estou visitando as participantes da blogagem coletiva da Denise, da qual também orgulhosamente participei.